Terça-feira, 1 de Novembro de 2005

Feriado

Hoje é feriado, não se trabalha.

Como se não fosse necessário preparar as aulas de amanhã, corrigir testes...
publicado por serprofessor às 22:32
link do post | comentar | favorito
|
7 comentários:
De Anónimo a 4 de Novembro de 2005 às 13:18
sou eu, ou os dois últimos comentários não fazem qualquer sentido?quê
</a>
(mailto:qwe@sapo.pt)
De Anónimo a 3 de Novembro de 2005 às 21:39
e reforçando cpmentario anterior os meninos não podem levar os tão mercidos estalos mas podem humilhar, bater nos professores , feril-los e em caso último matá-los e/ou destruir ou património de cada professor ou da escola sem serem punidostron
(http://reporter007.blogs.sapo.pt)
(mailto:tron2@sapo.pt)
De Anónimo a 3 de Novembro de 2005 às 21:37
Caro eu aturar miudos com maus exemplos algumas vezes trazidos de casa ou dos pais e de novelas que mais valia serem proibidas ou deitadas na sanita como os morangos com açucar os mesmos miudos que mereciam levar no mínimo levar um par de estalos e cehgar no fim de DEZ meses de serviço e voltar ao desmprego e vir para o olho da rua é frustrante para não falar que em algumas escolas existem as persiguições politicas tão queridas da para-ditadura socialistatron
(http://reporter007.blogs.sapo.pt)
(mailto:tron2@sapo.pt)
De Anónimo a 3 de Novembro de 2005 às 14:16
Pois é! queixem-se, queixem-se de barriga cheia. Sabem que podem sempre deixar de ser professores e ser outra coisa qualquer....
Tentem trabalhar numa empresa privada e aí sim vão ver o que é ter motivos para reclamar!eu
</a>
(mailto:eu@sapo.pt)
De Anónimo a 2 de Novembro de 2005 às 20:46
Olá !

Engraçado que, com todos os problemas, faz muita falta quando estamos distantes disso tudo ( meu caso)e morro de saudades de tudo, até de reclamar! E olha que no Brasil, onde eu lecionava, tinha muito do que reclamar.Ser professor é diferente de qualquer outra profissão, porque tem que ser missionário, fazer por amor ( quem tem), porque se for pensar no dinheiro, nas comodidades ( ou na falta delas), a pessoa passa muito mal, fica até deprimida. E isso acontece no Brasil, em Portugal e aqui na Espanha ( onde vivo agora). E deve ser igual em muitas outras partes do mundo também. O que se vê é muito professor insatisfeito, mal remunerado, com condições muitas vezes precárias de trabalho. E eu estou louca pra voltar a lecionar. Vai entender..deve ser amor mesmo.
Beijos e sucesso!fernanda jimenez
</a>
(mailto:nandajimenez@terra.es)
De Anónimo a 2 de Novembro de 2005 às 20:34
Essa e muitas outras, Sani, não há forma de as contabilizar. Mas que interessa isso? O País está satisfeito porque os professores estão mais tempo nas escolas. Só ainda não perceberam que os alunos sairam prejudicados desta forma...Ser Professor
</a>
(mailto:ser.professor@gmail.com)
De Anónimo a 2 de Novembro de 2005 às 19:51
Pois é!!! E quem vai contabilizar estas horas???
Bjocas Açoreanas!
SaniSani
(http://onossocostume.blogs.sapo.pt)
(mailto:sjcdutra1@sapo.pt)

Comentar post